Categorias
news

Fogos: não!

A época mais temida pelos pets e seus donos está se aproximando: o fim do ano. É que junto com a despedida de 2019, chegam também os fogos de artifício, foguetes e seus barulhos ensurdecedores para os ouvidos dos cães e gatinhos, que captam 4x mais frequência sonora comparados aos humanos. Esse ruído em excesso causa muito medo e estresse aos animaizinhos, e assustados, eles tendem a fugir de suas casas, pulando portões, saltando de janelas e correndo muitos riscos. “Em busca de um lugar seguro e sem barulho, eles podem se ferir ou até morrer”, alerta o veterinário Caio Padilha.

Apesar da cidade de São Paulo decretar uma lei que proíbe a queima e soltura de fogos com ruídos, ainda há uma persistência no uso deles. Por isso, você, dono de pet, fique atento. Nem sempre é possível prever se acontecerá momentos de tensão, é preciso antecipar-se e precaver com algumas medidas.

Veja algumas dicas que o veterinário Caio sugere aos seguidores e amigos do Petspot:

  • Mantenha seu animalzinho com uma placa de identificação contendo dados como nome e telefone para contato. Se ele se perder ou fugir, a chance de encontrá-lo será maior.
  • Coloque seu pet em um ambiente da casa seguro e com o menor nível possível de ruído. É importante que ele seja acostumado a permanecer nesse ambiente.
  • Esteja junto dele nos momentos de tensão, ele se sentirá confortado.
  • Use reforço positivo, como petiscos, água fresca e brincadeiras na hora dos fogos. Isso ajudará a distraí-lo e acalmá-lo.
  • Não deixe seu cachorrinho ou gato em sacadas, próximo de piscinas ou preso em correntes.
  • Coloque músicas relaxantes em casa.
  • Canse o seu pet nos dias 24 e 31. Passeie com ele, faça corridas, leve para brincar. Os exercícios deixarão o animal mais relaxado e menos atento aos barulhos.
  • Se o seu pet começar a chorar, latir, miar e até urinar, não dê bronca. Ofereça seu carinho e deixe que ele se esconda onde se sentir mais seguro.
  • Se seu animal se desespera e sofre muito com o barulho dos fogos, antecipe-se. Converse com um médico veterinário e saiba o que pode ser feito para ajudá-lo.
Petspot diz NÃO aos fogos!

Enquanto uma pessoa solta fogos, gatinhos e cães de toda uma região sentem palpitações, taquicardia, tremores, náuseas, pânico, atordoamento e até medo de morte. Uma comemoração que sai muito caro, não acha?